O que fazer quando o dente de leite não cai?

dente de leite

dente de leite

Com certa frequência, há pessoas que atingem a idade adulta com algum dente de leite ainda presente. Os dentes de leite começam a cair em torno de 5 a 7 anos, embora isso possa variar em cada criança.

Entre 4 e 6 meses de idade, começa a erupção dos dentes temporários, também conhecidos como dentes de leite. Por volta dos 6 anos, os dentes finais começam a entrar em erupção, substituindo os dentes de leite na ordem em que saíram.

No entanto, há crianças que não terminam de deixar cair nenhum dente de leite. Mas por que isso acontece? Veja a seguir.

As causas de um dente de leite não cair durante a infância

Ocorre porque o dente final está presente, mas não saiu. Isso pode acontecer por vários motivos:

– Falta de espaço para os dentes saírem;

– A existência de um dente extra.

O que fazer neste caso? Uma abordagem usual de tratamento é extrair o dente de leite e esperar para ver se o dente final está retraído e sai por conta própria. Se isso não acontecer, pode ser indicado puxá-lo.

Em outros casos, em que o dente final está muito longe de sua posição ideal ou existe o risco de danificar as raízes das próximas peças, pode ser mais conveniente extraí-lo. Esta é também uma boa opção se encontrarmos um caso de falta de espaço ou mordidas inadequadas.

Anquilose: É quando o dente de leite está ‘preso’ ao osso. Sua causa ainda não está clara. Isso afeta principalmente os segundos molares inferiores inferiores. Em muitos casos, o molar do leite anquilosado parece afundado em relação ao resto das peças.

O que fazer? Na maioria das vezes é necessário removê-lo para evitar a produção de um defeito no osso ao qual está ligado. Depois disso, pode ser aconselhável colocar um aparelho ortodôntico.

Há também outros meios de tratamento que o dentista para criança poderá recomendar, como mudança na alimentação para estimular o sistema mastigatório no dente de leite.

É essencial que as crianças façam check-ups odontológicos periódicos em um dentista infantil. Com a odontopediatria não só é diagnosticada a presença de cárie, mas também se avalia se está tudo correto em sua saúde bucal. Desta forma, é possível detectar se existe alguma dessas situações e realizar o tratamento mais adequado.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *