Tudo sobre o aparelho móvel de contenção ortodôntica

Uma pergunta muito comum nos consultórios de ortodontia é se, após o uso de aparelho fixo, é realmente necessário o uso da contenção ortodôntica.

         A contenção ortodôntica é uma tentativa de minimizar a ação dos diversos fatores que influenciam a movimentação indesejada dos dentes após o tratamento com o aparelho fixo.

Antes do início do uso dos bráquetes, os dentes apresentam-se em estado de equilíbrio entre as forças oclusais e musculares. Quando esse equilíbrio é quebrado durante o processo de reposicionamento dos dentes, é necessário que atentemos às forças musculares dos lábios, das bochechas e da língua, assim como aos hábitos comportamentais do paciente, como a fala e a alimentação.

A partir do diagnóstico da origem do desvio de posicionamento dental, é possível trabalhar as funções na região bucal para readaptá-las à nova posição dos dentes. Dessa forma, a probabilidade de o tratamento ortodôntico regredir, após a retirada do aparelho fixo, diminui significativamente.

A contenção móvel, por sua vez, trabalha no sentido de continuar diminuindo a probabilidade de os dentes voltarem a ser tortos. A readequação de suporte do dente, como os ossos e gengiva, precisa de tempo para se remodelar após o tratamento com os bráquetes. Por isso, é extremamente importante o uso da contenção, visto que ela minimiza o efeito de todas as variáveis que trazem instabilidade aos dentes que foram reposicionados.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *